O rapaz da bicicleta

Deixei passar os minutos, deixei passar as horas, deixei passar os dias e deixei passar uma semana até hoje.

Continue reading “O rapaz da bicicleta”

Anúncios

Yukio no noroi (幸雄の呪い – A Maldição de Yukio)

Lia-se no dia seguinte, na mesma parede, também escrito a vermelho como a primeira mensagem, a qual desaparecera completamente da parede para dar lugar à nova resposta. Com ele era assim, uma revelação de cada vez.

Misa aceitou que a comunicação entre eles seria invulgarmente lenta.

Continue reading “Yukio no noroi (幸雄の呪い – A Maldição de Yukio)”

Na Guerra

A tremer, abano-os até acordarem, tapo-lhes a boca com as minhas mãos e imploro-lhes silêncio com os olhos. Estou apavorada e só os quero proteger, encaminho-os para o velho roupeiro que herdei da avó Maria, e o mais silenciosamente que consigo abro as velhas portas e encaminho Rafael e Pilar para o seu interior. O rosto deles, espelho do meu, é fantasmagórico, o medo, o desespero pela sobrevivência no seu estado mais puro.

Continue reading “Na Guerra”

Tema para a 3ª semana (de 26 de Outubro a 1 de Novembro)

Eis o tema para a 3ª semana do CPR, mesmo a tempo do Halloween!
Esta semana, deixem os vossos medos fluir, convidem os pensamentos mais tenebrosos e interpretem-nos da maneira que melhor sabem!

Lembrem-se que há muitas formas de terror e muitos estilos de escrita que podem usar para completar mais este desafio do CPR. 😉 Continue reading “Tema para a 3ª semana (de 26 de Outubro a 1 de Novembro)”

A prece

Todos os dias ela sonhava à janela enquanto ele passava. Fato completo, colete e tudo. Todos os dias ela pedia ao Santinho um homem assim. Bonito, educado, responsável, de bem! Com certeza seria um marido amoroso, senão atentemos na lide com a menina. Que outro homem devotava tamanha atenção à sua filha? A sua senhora era uma mulher de sorte. Todos os dias rezava: “Assim, assim meu Santo Antoninho, é que eu queria um pretendente”.

Continue reading “A prece”