O Amor chegou mascarado

Sem entrar em mais detalhes, a reunião foi um fiasco, um fracasso, não disse nada, mas rigorosamente nada do que planeie, do que ensaiei. Gaguejei, corei, perdi o raciocínio vezes sem conta, senti-me uma liceal, tonta, infantil… E para terminar em beleza ainda tropecei no tapete e valeu-me os rápidos reflexos do Dr. Bettencourt, bem, do João, que me segurou nos seus braços. Continue reading “O Amor chegou mascarado”

Anúncios

Amanhã, talvez…

Ele tão pouco se despedia depois de vestida a máscara, já não era o seu amor, mas sim o senhor de tudo e de todos e não gostava sequer de ser recordado das suas fragilidades. Ela baixava a cabeça enquanto abria a porta para ele passar, um hábito impossível de perder.

Continue reading “Amanhã, talvez…”

Química

Agora, paradas a olhar para a vitrina, a coragem falhara. Já não tinha 20 anos, os cabelos brancos, apesar de escondidos pela tinta, não a deixavam esquecer que o tempo passara. E se ele a achasse louca? Afinal do que vinha ela à procura? Não o conhecia, não sabia nada dele, e até as feições já se confundiam no baú das recordações. Tinham ido até ali para quê?

Continue reading “Química”