O meu castelo

Eu ergui um castelo no mar,

Para fugir das leis que não reconheço,

Para não penar nas mãos dos que me querem levar,

A ser como eles ou então nada. E a qualquer preço.

Continuar a ler O meu castelo

Anúncios

Bilhete

Olhei a minha mala e pensei que nela ainda existia espaço para as tuas camisolas, quem sabe alguns dos teus livros e foi nesta ideia que escolhi o autocarro que estava à minha frente. Linha 9. O nove. Sempre o número pelo qual eu me regi para guardar memórias. As mesmas que tu esqueces-te e que nunca quiseste celebrar.

Continuar a ler Bilhete

Uma pitada de aventura

Para juntar à constipação, as caminhadas pela natureza que a rodeava deixaram-na com uns belos pés cheios de feridas e com frieiras nas mãos, já que não estava à espera do frio que encontrou e não trazia consigo um casaco adequado. Desde o topo deste monte, viu Genebra e todo o terreno que teimosamente pisou ao longo dos dias anteriores e sorriu como uma idiota apercebendo-se do esplendor da vista com que estava a ser presenteada. Conseguia ver os Alpes! Os Alpes!

Continuar a ler Uma pitada de aventura

3.º capítulo do CPR – Março 2016

Olá! 🙂

Este mês propomos uma reanimação ligeiramente diferente: em vez de um tema, deixamo-vos algumas fotografias como “mote” para o texto de Março!

As fotografias “mote” são as seguintes:

(Fotografias de Catarina Sousa)

A ideia é que cada um escolha três destas fotografias como inspiração para o seu texto (seja quanto às personagens, ao espaço da narrativa, etc.) e crie o seu “tema CPR personalizado”. Desafiante, não? 🙂

Recapitulando – o desafio para Março é:

Escolher três destas fotografias como inspiração (as que quiserem e como quiserem!)

Esperamos que gostem deste desafio e fiquem tão entusiasmados como nós!

Bons textos e boas inspirações 🙂