…de onde houver mar

“De onde houver mar.” afirmaste como se me estivesses a dizer a coisa mais natural do mundo. A coisa mais natural do TEU mundo. E levaste a tua caneca de chá quente aos lábios. Continue reading “…de onde houver mar”

Anúncios

O Ritual

As lembranças de tantas de mim que já fui no passado, convivem em simultâneo com visões de outras que poderei ser num futuro ainda por definir. Aqui neste local quase mágico, a essência da vida que me habita é moldada tantas vezes, que a alma já conhece o ritual de transformação.

Continue reading “O Ritual”

O Lugar Onde Acaba o Mar

Já passou uma semana desde que aqui estou. Continuo a comprar pão naquela mulher, da qual já não te deves recordar. A tua memória começou a falhar e perdida na minha solidão destes dias que passam devagar, penso que esse também deve ser um dos motivos para eu voltar a estes lugares. Não quero esquecer. Não posso esquecer. Não me deixes esquecer, Mãe.

Continue reading “O Lugar Onde Acaba o Mar”

Tema para Maio: a praia como espaço da narrativa

Hoje pode estar um dia feio, mas acreditem que isto ainda vai mudar muito. Até há poucos dias atrás, já se viam fotos de pessoas na praia, a aproveitar os primeiros raios de sol e calor com sabor primaveril.
A pensar nestes dias que convidam a banhos de sol e mergulhos na praia, este mês a praia será não o tema do CPR, mas o palco dos nossos textos, ou seja, os nossos textos terão que ter a praia como plano de fundo, como personagem, o que quiserem. Tem é que ter destaque. 🙂

E como a praia não é só um local de lazer e preguiça, mas também um lugar mágico propício a inspiração e até a momentos de introspecção, deixamos convosco esta inspiração sob a forma de um poema da Sophia de Mello Breyner Andresen.

Praia

Na luz oscilam os múltiplos navios
Caminho ao longo dos oceanos frios
As ondas desenrolam os seus braços
E brancos tombam de bruços
A praia é lisa e longa sobre o vento
Saturada de espaços e maresia
E para trás fica o murmúrio
Das ondas enroladas como búzios.

O nosso CPR na ECSC Magazine

Não é todos os dias que o nosso projecto é divulgado da revista da Escola Superior de Comunicação Social (ESCS).

Para quem não sabe, o este pequeno clube de reanimação da escrita foi criado pela Catarina Alves de Sousa e pela Joana Magalhães em Outubro do ano passado. Se quiserem, deixem o vosso like em CPR – A Reanimação da Escrita e leiam o artigo da ESCS na íntegra aqui.

Aproveitamos ainda para agradecer à Sofia Costa Lima por nos pôr em contacto com a Ana Rita Nunes e à Ana Rita também por ter divulgado o CPR. 🙂 Continue reading “O nosso CPR na ECSC Magazine”

Tempestade perfeita

Tinha-me transformado num bloco imóvel, agarrado ao chão, presa por tantas amarras e ancoras que não mais me era possível voar. Não existia uma folga que fosse para a espontaneidade. Aquele espírito livre que vivia cá dentro, não mais o era. Perdera a capacidade de voar, e quase fenecera quando as asas mirraram por falta de uso, transformando o coração de águia em rato de gaiola.

Continue reading “Tempestade perfeita”