Uncategorized

Teoria do Tudo

Este foi o meu início. Este foi o acontecimento cósmico que iniciou a minha própria Teoria do Tudo. Porque tudo é aquilo que nos preenche por completo, e o único início que interessa é quando esse tudo aparece. E quando não existe nada mais importante, do que o que possuis, não existe espaço para o fim.

Questionamos-nos tantas vezes acerca do início e do fim. Eu, pelo menos, questiono-me, como tudo começou e como tudo acabará. Sempre imaginei como seria o fim do universo, o derradeiro destino de tudo aquilo que conhecemos. A verdade é que é improvável que algum ser humano esteja presente para assistir a esse momento, no entanto a imprevisibilidade do amanhã é uma constante, e por mais ínfima que seja a probabilidade de presenciar esse tão imaginado momento o impossível não é uma realidade para mim.

E o início? Bem, esse é passado, e como na maioria dos acontecimentos passados é relativamente menos importante do que o futuro. Sim, a maioria. Para mim, existe um particular acontecimento presente constantemente no meu imaginário, uma recordação que é difícil não querer reviver. É engraçado como permanecem tão vivas as memórias que realmente nos marcam… A noite em que te vi pela primeira vez é a mais importante memória que possuo.

Sabes aquelas noites em que ninguém quer sair do conforto da sua casa? Quando todas as circunstâncias estão contra ti? Era uma noite dessas. Além da chuva e trovoada intensas, estava tanto frio que assim que a chuva acalmava um pouco a água acumulada nas ruas começava a congelar. Apesar do temporal que me circundava eu estava tão calmo e acabado que nada podia atrapalhar o meu sono nessa noite. – Imagino que o fim de tudo será numa dessas noites, numa noite em que ninguém espera que nada aconteça porque a tempestade assoberba as nossas mentes e não deixa espaço para imaginar nenhum outro acontecimento. – Bem, mas continuando, nada me poderia afastar da minha cama e de uma longa noite de descanso a não ser o parvo do meu irmão. Insistiu tanto comigo para ir tomar café com ele que quando percebi já estava dentro do carro. Como é óbvio acabámos num bar, bem o conheces.

Nunca te contei que aquela noite estava a ser um martírio. Quando entraste pelo bar eu estava a acabar a cerveja que antecipava a minha saída sorrateira. Quando entraste esqueci-me do que estava a fazer. Usavas um vestido preto fantasticamente combinado com umas botas militares, e o sorriso mais bonito que alguma vez vi. Sei que não reparaste em mim, nem sequer parecias interessada em reparar em nada. Eu também não tinha interesse algum naquele sítio até àquele momento, mas, por coincidência ou obra do destino, acabaste ao nosso lado no bar, e o parvo do meu irmão fez questão de falar imediatamente contigo. Nunca te perguntei o que ele te disse durante aqueles minutos em que conversavam, e apesar de não pareceres muito animada, acabaste por te juntar a nós para uma bebida. Só quando essa bebida chegou é que o teu olhar se cruzou com o meu. E foi assim que tudo começou. Foi assim que todas as lengalengas sobre destino e amor à primeira vista, que até então eram alvo de chacota por mim, se tornaram a minha realidade.

Nada acerca do meu estado de espírito naquela noite interessa, não interessa a meteorologia ou como as estrelas brilhavam quando saímos juntos daquele bar. Não interessa o jantar do dia seguinte, as saídas contantes, o primeiro beijo ou o dia do nosso casamento. Nada interessa quando comparado com aquele olhar. Sem ele, aquela noite não seria a melhor da minha vida e a minha vida não seria mais feliz do que a da maioria dos mortais. Sem ele, seria tudo comum, ordinário, vulgar. Sem ti não seria inteiro.

Este foi o meu início. Este foi o acontecimento cósmico que iniciou a minha própria Teoria do Tudo. Porque tudo é aquilo que nos preenche por completo, e o único início que interessa é quando esse tudo aparece. E quando não existe nada mais importante, do que o que possuis, não existe espaço para o fim.

Anúncios
Standard

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s