Qualquer canto

Os aeroportos encerram em si todas as possibilidades do mundo. Não são só um ponto de chegadas ou de partidas, mas juntam todos os caminhos existentes.

Continuar a ler Qualquer canto

Anúncios

Três tristes lobos

Ooohhh, soltou o público num tom pesaroso. Puderam ver-se lágrimas por detrás dos óculos de Abílio Lobo, aumentadas pela graduação das grossas lentes. Acenou e desceu. Quase imediatamente outro Lobo tomou o seu lugar.

Continuar a ler Três tristes lobos

Onde estás, Deus?

Porque o mal está nesta pobre coitada, nota-se logo, põe-lhe a menina dos olhos da cor da íris; tão escura, tão indecifrável. Diz-se até que pega nas coisas com a mão esquerda. Ora, toda a gente sabe que isso é sinal de demónio no corpo – já alguma vez viram o Diabo a fazer as coisas do lado direito?

Continuar a ler Onde estás, Deus?

Caixa de Correio

E como em tudo na vida, esperava o pôr-do-sol, o exacto segundo em que o sol se deita na água, junto ao horizonte, para lhe falar. Mas o lusco-fusco escorregava-lhe por entre as pálpebras, ele fechava os olhos porque lhe fazia confusão na íris e, num segundo, já era de noite e tinha de esperar até ao final do dia seguinte.

Continuar a ler Caixa de Correio