Tic tac…que horas são?

Tic tac…o relógio marca 23:30 e ele aparece, lá no fundo vejo-o, o meu coração salta e a minha alma sorri. Sem querer parecer lamechas…o amor move o mundo, ai move sim!

Continuar a ler Tic tac…que horas são?

Anúncios

“Fofos” de neve e a sua magia…

Da minha janela vejo o Castello Sforzesco, onde os tons avermelhados foram momentaneamente substituídos por um leve manto branco… tão bonito, tão mágico.  Apetrecho-me com o stock todo e parto à descoberta deste mundo que está a minha espera. Nas mãos levo a minha grande companheira destas aventuras, a máquina fotográfica.

Novembro 2012 Continuar a ler “Fofos” de neve e a sua magia…

Viver numa época que não a minha (felizmente!)

Tinha 5 anos quando fui vendida e vim parar a esta casa. Era uma criança inocente, mal eu sabia a vida de sacrifícios que iria ter. Pela janela do meu quarto, se é que se pode chamar quarto e principalmente janela, vejo os filhos dos meus patrões a correrem pelo jardim da casa e a inveja apodera-se de mim.

Continuar a ler Viver numa época que não a minha (felizmente!)

“Desculpe a demora Claudia, agora é a sua vez”

É fantástica a semelhança que uma sala de espera (qualquer uma) tem com a vida.
[…]
Uns são mais impacientes que outros, mas passamos a nossa vida à espera de algo, de tudo, de pouco, de nada, de muito, de alguém, enfim é uma vida à espera.

Continuar a ler “Desculpe a demora Claudia, agora é a sua vez”