Fevereiro 2016

Palavras

Puxo-te para mim, num abraço que pressinto ser o último, porque nem todos os amores são Amor e nem todas as noites são para ser memoráveis. As palavras já as gastámos e onde antes as conversas consumiam as horas, existe agora o silêncio.

Continuar a ler

Anúncios
Standard
Fevereiro 2016

O Amor chegou mascarado

Sem entrar em mais detalhes, a reunião foi um fiasco, um fracasso, não disse nada, mas rigorosamente nada do que planeie, do que ensaiei. Gaguejei, corei, perdi o raciocínio vezes sem conta, senti-me uma liceal, tonta, infantil… E para terminar em beleza ainda tropecei no tapete e valeu-me os rápidos reflexos do Dr. Bettencourt, bem, do João, que me segurou nos seus braços. Continuar a ler

Standard
Fevereiro 2016

Química

Agora, paradas a olhar para a vitrina, a coragem falhara. Já não tinha 20 anos, os cabelos brancos, apesar de escondidos pela tinta, não a deixavam esquecer que o tempo passara. E se ele a achasse louca? Afinal do que vinha ela à procura? Não o conhecia, não sabia nada dele, e até as feições já se confundiam no baú das recordações. Tinham ido até ali para quê?

Continuar a ler

Standard