semana 6

Cidade-mãe

Reconheço-lhe cantos, tenho memórias em vários deles, mas ela não é minha. Não me abraça como uma mãe. Lisboa é uma tia distante, mas simpática, das que dão prendas nos anos e no Natal.

Continuar a ler

Anúncios
Standard
semana 6

Quintal encantado

Era inverno. A chuva caia lá fora tão grossa que não tardava a transformar-se em pedra. Na marquise o som tornava-se impossível de suportar. Ainda assim ela não resistia em abrir a porta e ver lá foras as pedrinhas transformar-se em água no chão. A casa, agora silenciosa, estava fria e escura.

Continuar a ler

Standard