semana 6

Cidade-mãe

Reconheço-lhe cantos, tenho memórias em vários deles, mas ela não é minha. Não me abraça como uma mãe. Lisboa é uma tia distante, mas simpática, das que dão prendas nos anos e no Natal.

Continue reading “Cidade-mãe”

Anúncios
semana 6

Quintal encantado

Era inverno. A chuva caia lá fora tão grossa que não tardava a transformar-se em pedra. Na marquise o som tornava-se impossível de suportar. Ainda assim ela não resistia em abrir a porta e ver lá foras as pedrinhas transformar-se em água no chão. A casa, agora silenciosa, estava fria e escura.

Continue reading “Quintal encantado”

semana 6

“Fofos” de neve e a sua magia…

Da minha janela vejo o Castello Sforzesco, onde os tons avermelhados foram momentaneamente substituídos por um leve manto branco… tão bonito, tão mágico.  Apetrecho-me com o stock todo e parto à descoberta deste mundo que está a minha espera. Nas mãos levo a minha grande companheira destas aventuras, a máquina fotográfica.

Novembro 2012 Continue reading ““Fofos” de neve e a sua magia…”

semana 6

A Sala de Cinema

As luzes apagam-se. Encosto-me mais confortavelmente na cadeira, o chão que se cola aos meu pés e a mala que mantenho tão perto de mim, que me incomodará a meio do filme.
Não entrou mais ninguém. Estou sozinha com mais cento e cinquenta lugares vazios.
Deixo o filme enrolar-me. Não dou pelo intervalo. Quase que adormeço, mas o som que trespassa as colunas está tão alto, que volto a abrir os olhos de um salto.

Continue reading “A Sala de Cinema”