Uma pitada de aventura

Para juntar à constipação, as caminhadas pela natureza que a rodeava deixaram-na com uns belos pés cheios de feridas e com frieiras nas mãos, já que não estava à espera do frio que encontrou e não trazia consigo um casaco adequado. Desde o topo deste monte, viu Genebra e todo o terreno que teimosamente pisou ao longo dos dias anteriores e sorriu como uma idiota apercebendo-se do esplendor da vista com que estava a ser presenteada. Conseguia ver os Alpes! Os Alpes!

Continuar a ler